Passeio pedestre pelas falésias, entre a praia de São Julião e o Cabo da Roca

Organização:  OBETA - Paulo Mazzetti

Quando:  01/10/2006

Relatório:

 

Caros amigos,


Este foi mais um grande passeio pedestre Obeta, o qual se veio a inesperadamente a revelar como sendo um dos mais duros que fizemos até hoje.

De facto, foram 18 km bem sofridos, efectuados entre São Julião e o cabo da Roca, a subir e descer ravinas e falésias altíssimas, acompanhando sempre a linha da costa, e como tal, tendo sempre como companheiro do nosso lado direito, o mar.

Para terem uma ideia mais concreta da “dureza”, foi um passeio que começou ás 11.00 h e só terminou ás 20.30.
E das 16 pessoas que alinharam á partida, só dez conseguiram chegar ao fim...

Mas se foi um passeio exigente do ponto de vista físico foi também um dos mais bonitos que a Obeta já fez; passámos por praias belíssimas como a da Samarra, a da Adraga e a da Ursa.
Vimos baias isoladas, falésias e abismos de altura impressionante, paisagens com horizontes a perder de vista, aspiramos o ar do mar com aquele cheiro a maresia tão característico, sentimos o odor perfumado das estevas que cresciam junto ás falésias, assistimos a um pôr-do-sol fantástico sobre as falésias da praia da Ursa...

Enfim, uma infinidade de sensações que nos despertaram todos os sentidos e que decerto nos deixarão marcas profundas na nossa memória.

O tempo também ajudou; após uma manhã que começou algo tímida e enevoada o céu descobriu e durante todo o passeio esteve sempre azul e a temperatura amena.

O grupo era formado pelos “Obetistas” Paula Afonso, Victor Modesto, Jacinto Modesto e Olga e também por alguns membros do clube Rituais – Clube do ponto, malta mais nova e com grande pedalada, os quais começaram muito bem e a impor um ritmo de caminhada muito acelerado.

No entanto esse ritmo veio a revelar-se infelizmente demasiado exigente, tendo algumas pessoas desistido a meio do percurso, na praia das Maçãs ou mais adiante; na praia Grande.

No entanto o núcleo duro da Obeta conseguiu manter-se firme e resoluto tendo-se portado muito bem!
O mesmo se pode dizer dos nossos colegas do clube “Rituais” que nos acompanharam até ao fim.


Em resumo;

- Apesar do grau relativamente elevado de esforço físico exigido, foi um passeio muito recompensador do ponto de vista tanto de paisagem como de camaradagem.

 

 Saudações radicais

         Paulo Mazzetti