Caminhada na Arrábida - Do risco às Marmitas


Data do evento:   Domingo, 28 de Março 2010

Passeio Local onde se desenrolou:
Arrábida: por terras do risco desde as falésias até às marmitas de Gigante

Organização:  Obeta

Grau de dificuldade:   Elevado

Tipo de Percurso:   Fechado, Circular

Distância:   9 km aproximadamente

Duração:   4 a 5 horas

Locais de interesse:
As marmitas de Gigante, formações côncavas no leito rochoso da ribeira criadas por acção da erosão da água e o Píncaro, o ponto mais alto da costa Portuguesa, com 381 m de falésia a pique sobre o mar

Descrição:
Foi um passeio bem concorrido onde contamos com a participação de pessoal que veio de Coimbra de propósito para participar nesta aventura!
O passeio começou junto às Pedreiras, perto da quinta do Calhariz, onde deixamos os carros. Desse ponto seguimos por um trilho que nos levou às falésias, que ficam por cima da praia da Cova.
Passeio A partir daquele local seguimos sempre a linha das falésias, caminhando em direcção às terras do Risco. Neste trilho a vista é simplesmente deslumbrante; o mar de um azul profundo estende-se à nossa frente até perder de vista!
Pouco tempo depois atingimos o Píncaro, um dos objectivos deste passeio; o ponto mais alto da costa continental Portuguesa; são com 381 m de falésia a pique sobre o mar.
Deveras impressionante!

Continuando o trilho descemos da falésia em direcção às terras do risco, para irmos visitar as marmitas de Gigante, que são formações côncavas no leito da ribeira do Risco produzidas pela deposição de pedras e seixos em pequenas depressões.
Passeio
A acumulação dessas pedras ao longo do tempo provocou um movimento turbilhonar da água e consequentemente um movimento circular dos seixos aprisionados naquelas depressões, os quais foram gradualmente erodindo o fundo rochoso ao longo dos séculos, originando o tal fenómeno geológico.

No local tivemos a oportunidade de verificar que as marmitas chegavam a ter vários metros de profundidade e diâmetro. Após a visita às marmitas regressamos ao ponto de partida deste passeio; a quinta do Calhariz.

Em jeito de conclusão apraz-nos registar a elevada participação que este passeio registou, o que revela um crescente interesse pelas actividades do nosso clube, junto do público em geral.

Mais informação nos links seguintes: