Caminhadas em Sanábria e Montesinho

Data do evento:   18 a 22 de Fevereiro de 2012

Organização:  Externa

Tipo de Evento:  Passeios Pedestres

Local onde se desenrolou:  
Sanábria; Serra e lago, Bragança; Montesinho

Grau de dificuldade:  
Médio a Díficil, conforme a caminhada

Tipo de Percurso:
Todas as caminhadas foram circulares

Motivos de interesse:
Paisagem de alta montanha, o lago de Sanábria, a vila histórica de Puebla de Sanábria, a aldeia de Montesinho e a envolvente do parque natural

Descrição:
Sanábria No fim-de-semana do Carnaval decidimos participar num evento de caminhadas organizado por uma entidade externa no parque natural do lago de Sanábria e arredores. Este parque situa-se em Espanha, mais propriamente, a norte de Bragança.
Estavam previstos 2 passeios nesta zona:
- O primeiro, planeado para Domingo 19 de Fevereiro, consistiria na ascensão ao cume do Peña Trevinca, uma montanha com 2.127 metros de altura localizada no parque, a norte do lago de Sanábria.
- O 2º passeio a fazer na zona, planeado para 2ª feira 20 de Fevereiro, consistiria numa caminhada em volta do lado de Sanábria.
Assim partimos de Lisboa no Sábado, 18 de Fevereiro, em direção a Puebla de Sanábria, a povoação perto do parque onde iríamos ficar a pernoitar. Ao fim da tarde estávamos em Chaves, onde parámos para desentorpecer um pouco as pernas fazendo um pequeno passeio pela cidade. Depois de tiradas umas fotos na zona histórica e termos lanchado retomamos a viagem, tendo chegada a Sanábria por volta das 20 horas.

O dia seguinte, Domingo, estava marcado para a realização da ascensão ao Peña Trevinca. Assim levantamo-nos de madrugada metemo-nos nas viaturas e rumamos para S.Martin de Castañeda, para dai apanhamos a estrada que nos levaria até ao parque de estacionamento que marca o inicio do caminho.
Deixamos aí os carros e iniciamos a ascensão com os primeiros raios de sol no horizonte.
O passeio, que teve uma distância total de 26 km, foi de uma grande beleza, se bem que fatigante devido ao grande desnível enfrentado. No entanto a paisagem que se pode observar do cimo da serra constituiu um espectáculo deslumbrante que mereceu o esforço dispendido.

O 2º passeio, realizado no dia seguinte, 2ª feira 20 de Fevereiro, teve como local de partida e chegada a povoação de San Martin de Castañeda, que fica perto do lago de Sanábria. O itinerário realizado consistiu num passeio em volta do lago, tendo no total uma extensão de 17 km. Como não possuía desníveis de assinalar foi mais fácil de realizar. Pudemos observar algumas paisagens igualmente bonitas, mas de carácter humanizado e rural.

Na 3ª feira despedimo-nos dos nossos colegas que tinham organizado as caminhadas dos últimos dias e voltamos para Portugal para realizar por nossa conta um passeio no parque natural de Montesinho, que não dista muito do de Sanábria, do outro lado da fronteira. O itinerário deste passeio, com aproximadamente 12 km, desenrolou-se em volta da aldeia de Montesinho, a qual dá nome ao parque.
O caminho levou-nos até á represa situada por cimo das aldeia e que abastece aquele povoado. Apesar de ser um percurso potencialmente interesse, o facto de grande parte do mesmo decorrer em zonas que foram infelizmente vítimas de sucessivos incêndios florestais, retira-lhe muita atractividade. Talvez no futuro, quando a vegetação recuperar possa vir a constituir mais um motivo de interesse para visitar aquela bonita aldeia.
Após a conclusão do passeio fomos para Bragança para almoçar e de seguida aproveitamos para visitar a zona histórica da cidade, nomeadamente o seu bonito castelo.

Ao fim da tarde ainda houve tempo de fazer uma curta incursão a Podence, uma povoação muito popular conhecida por manter e divulgar as tradições mais genuínas do nosso Carnaval. Os conhecidos “Caretos” de Podence são precisamente daqui…

No dia seguinte, 4ª feira, iniciamos a viagem de regresso. Começamos por descer em direção ao Douro onde efectuamos uma visita ao Pinhão e ao miradouro de S. Salvador do Mundo, perto de São João da Pesqueira, local de onde se pode observar um cenário deslumbrante sobre o rio Douro. Tendo almoçado naquela localidade retomamos de seguida a viagem de regresso a Lisboa, tendo esta decorrido sem mais nada digno de nota.

E foi desta forma que aproveitamos bem o período do Carnaval 2012. Para o ano haverá com certeza outros eventos interessantes a calendarizar para este período.


Algumas fotos do percurso:

 

Ver mais Fotos e os Percursos realizados:



Todas as fotos publicadas no Picassa.