Multi-actividades:
Campismo e Canoagem no Alqueva


Passeio Data do evento:
30 de Junho a 1 de Julho de 2012

Local onde se desenrolou:
Albufeira da barragem do Alqueva, região compreendida entre aldeia da Luz, Mourão e Monsaraz.

Organização:   Obeta

Tipo de evento:
Multi-actividades:  Passeio turístico, canoagem, acampamento

Descrição:
Este evento já esteve calendarizado em diversas ocasiões anteriores mas devido a continências várias acabava sempre por nunca se realizar. Mas finalmente foi desta!

Reunido um grupo jeitoso de pessoas interessadas rumamos então para Marvão no último dia de Junho de 2012, Sábado. Num mesmo carro ia o Paulo, o Miguel, a Maria, a Teresa e a Ana. Mais quatro kayaks insufláveis e respectivos acessórios, diversas tendas e colchões de campismo e bagagens pessoais. Muita carga para um único veículo! Mas tudo se conseguiu arrumar e a viagem decorreu bem.
Não fora o facto de nos termos enganado no caminho, seguindo pela A2 na direcção do Algarve, em vez de termos virado para a A6 na direcção de Évora, e até teríamos cumprido os horários previsto. Infelizmente só nos apercebemos do erro perto de Grândola, o que nos obrigou a fazer alguns desvios para podermos chegar ao destino previsto…

Em Marvão já se encontravam á nossa espera o Luís e o Carlos, que acabaram por ter de esperar mais do que era suposto devido ao nosso engano nas direcções!
Depois do encontro e dos cumprimentos habituais dirigimo-nos então para as margens do grande lago para escolher um local de onde pudéssemos partir em direcção a uma das inúmeras ilhotas existentes naquela zona do Alqueva. Acabamos por eleger um sítio não muito longe do pequeno cais existente junto a Mourão.
Passeio
Depois de enchermos os kayaks e carrega-los com o respectivo material, fizemo-nos então á agua e remamos em direção a algumas das ilhotas visíveis da margem.

Após uns 40 minutos de viagem alcançamos uma ilha que tinha bom aspecto, apresentando margens suaves, algumas arvores e um topo plano onde seria fácil instalar as tendas.
Resolvemos montar o acampamento aí.

A tarde já ia avançada quando demos por concluída a logística do acampamento. No tempo restante até ao cair da noite alguns tomaram banho enquanto outros, usando os kayaks, exploravam as ilhas em volta daquela onde estávamos.

Passeio À noite fizemos um jantar de grupo, bem regado com umas garrafitas de vinho que vários dos elementos tinham adquirido em Mourão e transportado nos kayaks!
Estávamos em plena comezaina, conversando animados e divertidos quando fomos surpreendidos por umas visitas inesperadas! Alguns pequenos patos juvenis, com poucas semanas de vida ainda, resolveram invadir o nosso acampamento, para grande gáudio de algumas das meninas presentes!
Viemos a descobrir depois que tínhamos escolhido para base do nosso acampamento uma das ilhotas que a comunidade de patos existentes no Alqueva utiliza para colocar os seu ovos!
Depois de reconduzirmos os juvenis para a água, onde se juntaram á mãe pata que já grasnava entretanto de aflição, pudemos então retomar a refeição e o convívio interrompido.

A noite mostrava-se espectacular. O vento forte que se tinha feito sentir durante a tarde já tinha entretanto amainado. No firmamento destacava-se uma lua lindíssima que com os seus raios de luz mergulhava tudo em prata. Serenidade e paz eram os sentimentos predominantes.

Passeio No dia seguinte a manhã também se revelou esplendorosa, com um céu de um azul profundo. Depois de desmontarmos o equipamento e colocado tudo de novo nos kayaks lá fizemos o caminho de regresso na direção da margem onde tínhamos deixado os automóveis na véspera.

Depois de deixarmos o material mais pesado junto aos automóveis ainda aproveitamos o resto da manhã para mais uns banhos e umas passeatas de kayak pelo lago.

Há hora de almoço e arrumado o restante material nos veículos dirigimo-nos então para o centro de Mourão para recuperar energias com a boa comida alentejana no conhecido restaurante “Adega Velha”, que nunca desilude. E de facto a qualidade da papinha estava muito boa, com destaque para os pratos de migas, a sopa de cação e a carne de porco frita. Tudo pratinhos muito “leves”!
Passeio
Para ajudar na digestão de tão lauta refeição ainda passeamos por Monsaraz á tarde, visitando esta bonita vila e não perdendo a oportunidade de admirar a esplêndida vista que se tem do antigo castelo.
Deste ponto pode-se de facto contemplar a grandeza e extensão da enorme toalha líquida que constitui a albufeira do Alqueva, espraiando-se por todo o horizonte. Um espectáculo verdadeiramente admirável.

E desta forma terminamos um fim-de-semana bem preenchido e que foi do agrado de todos os presentes.


Algumas fotos do percurso:


Ver galerias completas de fotos em tamanho maior:


          ( Fotos publicadas no Picassa)